Nosso site utiliza de cookies para manter a experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com essas condições.

Contabilidade para Advogados

Contabilidade e finanças para advogados: por que são necessárias?

Escrito por Paulo Oliveira
dezembro 2020 | Leitura: 1 minuto(s).

Contabilidade e finanças para advogados: por que são necessárias?

Como a contabilidade e as finanças podem ajudar os advogados? Por que a contabilidade e as finanças são necessárias para um escritório de advocacia? Se você é advogado, tem um escritório ativo e pensa em abrir uma sociedade unipessoal ou com outro advogado esse conteúdo foi feito para você! Aqui você saberá exatamente porque uma assessoria contábil é fundamental para os advogados.

Trabalhar como autônomo ou abrir uma sociedade advocatícia, o que é mais vantajoso?

Todos os advogados que abrem um escritório jurídico se fazem a mesma pergunta: o que é melhor, trabalhar como autônomo ou formalizar uma sociedade? Essa é, de fato, uma pergunta absolutamente pertinente, cuja resposta irá ter ressonância até mesmo no próprio faturamento do profissional.

Muitos advogados que procuram a Prèzzo Contabilidade para discutir essa questão acreditam que a resposta está na quantidade de imposto pago por uma ou outra forma de atuar no mercado. Eles acreditam que poderão pagar menos tributos se trabalharem como autônomos, e que isso, sim, é uma grande vantagem.

De fato, pagar menos impostos sempre será um diferencial competitivo, jamais diríamos o contrário. Se pagarmos menos impostos, nosso faturamento e, consequentemente, nosso lucro real serão maiores, e isso é muito bom! A questão é: será que um autônomo paga menos impostos mesmo? Temos que dizer, infelizmente, que não!

Partindo do pressuposto que o advogado irá cumprir com todas as suas obrigações junto ao leão, isso significa que ele terá que pagar imposto de renda sobre o seu faturamento mensalmente, se esse faturamento for maior do que R$ 1.903,98. Advogados autônomos também pagam o chamado carnê-leão, que é o recolhimento antecipado e mensal, de forma obrigatória, do imposto de renda sobre os ganhos de uma pessoa física sobre a atividade profissional. E como advogados gostam de lei, anote aí: o carnê-leão foi instituído pelo Decreto-lei nº 1.705, de 23 de outubro de 1979.

Até o valor de R$ 1.903,98 mensais, o faturamento está isento de imposto de renda. Acima disso, o pagamento segue a seguinte tabela progressiva:

Base de cálculoAlíquotaParcela a deduzir do IR
Até R$ 1.903,98isentoisento
De R$ 1.903,98 a R$ 2.826,657,50%R$ 142,80
De R$ 2.826,66 a R$ 3.751,0515%R$ 354,80
De R$ 3.751,06 a R$ 4.664,6822,50%R$ 636,13
Acima de R$ 4.664,6827,50%R$ 869,36

Se o advogado não prestar as contas com o leão corretamente, poderá pagar multa, que vai de 20% a 150% sobre o imposto devido, acrescida de juros. E, dependendo do caso, poderá sofrer um processo por evasão fiscal, com pena de dois a cinco anos de prisão, se condenado por crime contra a ordem tributária.

Como ficam os impostos pagos por uma sociedade advogados? 

Os impostos pagos pela empresa vai depender do regime tributário adotado. Se for uma sociedade enquadrada no lucro presumido (muito comum entre prestadores de serviços), por exemplo, os impostos podem chegar a quase 17% sobre o faturamento. Já no Simples Nacional, dependendo do faturamento, a tributação pode cair para 4,5% no inicio da atividade.

Fica, aqui, uma pergunta bem fácil de responder: se o faturamento mensal de um advogado é de, digamos, R$ 14 mil mensais, é melhor pagar tributos 4,5%, 17% sobre esse montante ou 27,50%?

E a figura do advogado associado? É bom para você?

E a figura do advogado associado? Um advogado associado, com essa relação devidamente registrada em contrato, não é sócio nem empregado do escritório advocatício ao qual ele se associa. Portanto, trata-se da figura de uma pessoa física, contratada para prestar serviços, não havendo subordinação nem controle de jornada.

Como advogado associado, não tem direito a receber distribuição de lucros. E sua remuneração, sim, deve ser tributada pelo leão do imposto de renda, cabendo ao profissional recolher os tributos por meio do carnê-leão como autônomo.

Ou seja, abrir uma sociedade unipessoal pode ser mais vantajoso do que trabalhar como autônomo ou advogado associado, ao menos sob o ponto de vista tributário.

Como abrir um escritório de advocacia no Rio de Janeiro?

Você precisa da ajuda de um escritório de contabilidade para abrir um escritório de advocacia no Rio de Janeiro. A legislação impõe que toda empresa formalizada, a exceção de uma microempresa individual (MEI), precisa ter escrituração contábil formal para atender a legislação e e disfrutar de alguns benefício, como por exemplo a economia tributária mencionada acima. Para essa função somente o profissional de contabilidade e uma empresa contábil competente pode lhe ajudar. Mas ora, sabemos que uma sociedade de advocacia não tem característica empresária, porém deve cumprir todas as regras contábeis e fiscais de uma entidade empresária comum.

Para o processo de legalização de uma sociedade, essa contratação não é obrigatória, mas nesse caso não se discute a obrigatoriedade, e sim a necessidade. Além de cumprir com todas as etapas burocráticas de forma correta e ágil, o escritório contábil no Rio de Janeiro será fundamental para ajudar o advogado a definir uma série de questões fundamentais, como a natureza jurídica e o regime tributário da futura sociedade. O contador também apoiará em outras questões tão importantes quanto, como a elaboração do contrato social, por exemplo.

Como um escritório de contabilidade no Rio de Janeiro pode ajudar o advogado?

É absolutamente ultrapassada a visão de que a contabilidade para advogados no Rio de Janeiro (e para todas as demais atividades) serve apenas para fazer a gestão das questões burocráticas de uma empresa ou de uma sociedade, como a geração de guias de imposto, a escrituração das contas e o controle da folha de pagamento, entre outros.

O escritório contábil fará isso, é claro, e muito mais. Na verdade, hoje a contabilidade moderna atua por meio de um viés consultivo, apoiando absolutamente toda a gestão da sociedade. Não há, atualmente, como tomar decisões gerenciais, sejam lá quais forem, sem olhar os números e analisá-los profundamente, tarefa essa que cabe ao contador.

Enquanto o advogado estiver ocupado cuidando de processos e petições, o escritório contábil irá promover toda a contabilidade da sociedade de advogados, irá gerenciar o fluxo de caixa, se preocupará com os desperdícios e promoverá uma completa assessoria financeira, que certamente fará a diferença nos resultados.

Um planejamento tributário bem feito é fundamental

Empresas que adotam um planejamento tributário alcançam resultados melhores, disso não temos dúvida alguma. Mas o que é um planejamento tributário? É buscar a forma mais vantajosa e barata de cumprir com todas as obrigações tributárias da sociedade, ou seja, e em resumo, é encontrar a melhor forma legal de pagar menos impostos.

É tarefa do escritório de contabilidade para advogados no Rio de Janeiro promover um amplo planejamento tributário e ficar sempre de olho para que o escritório de advocacia pague o mínimo possível de impostos, e isso irá significar, claro, um lucro maior. Afinal, como todos sabemos, o lucro real é tudo o que entra após o pagamento de todas as obrigações, incluindo, aí, os impostos.

Organizando as finanças para advogados

Organizar as finanças para advogados é uma tarefa importantíssima, que um bom e experiente escritório de contabilidade no Rio de Janeiro não pode deixar de fazer. Promover uma completa gestão financeira significa planejar, analisar e controlar absolutamente todas as atividades financeiras do escritório advocatício. E isso vai fazer toda a diferença!

O objetivo é melhorar os resultados alcançados, buscar uma margem líquida melhor e alcançar um lucro real maior. Quando não controlamos de perto as finanças dos nossos negócios, temos uma visão distorcida dos números, e isso pode resvalar até mesmo nos resultados. Desequilíbrios financeiros podem provocar endividamentos, e isso significa prejuízo.

A gestão financeira começa a partir de um controle muito presente das finanças, e é isso que o escritório contábil irá fazer. É como se ele se debruçasse sobre as contas do escritório, com uma lupa, buscando os mínimos detalhes que irão fazer a diferença se devidamente cuidados. Será que é hora de investir? Devo pegar um empréstimo? Como está meu fluxo de caixa? E o meu capital de giro? Quando e onde aplicar recursos? Seu contador certamente terá as melhores respostas!

As principais funções de um planejamento de finanças para advogados é analisar e planejar as atividades financeiras, decidir a melhor forma de aplicar ou captar recursos, fazer a gestão e todo o controle total das contas a receber e a pagar e evitar a inadimplência e o desperdício, entre outros. É importante ressaltar que a má gestão financeira é uma das principais causas do fechamento de seis em cada dez novas empresas, antes mesmo do empreendimento completar quatro anos, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Como escolher um escritório de contabilidade para advogados no Rio de janeiro?

Mas como escolher um escritório contábil para cuidar da contabilidade e finanças para advogados? Como escolher a melhor opção para o seu escritório? Como garantir todos os benefícios que uma experiente assessoria contábil pode lhe oferecer?

O primeiro passo para acertar no alvo é escolher uma contabilidade para advogados no Rio de Janeiro que seja especializada, ou seja, que entenda especificamente do seu mercado. Um escritório contábil que tem essa expertise, que já atende inúmeros outros escritórios advocatícios, está muito mais preparada para lhe trazer os resultados esperados. Falando popularmente, ele já sabe o caminho das pedras.

É preciso estabelecer uma relação de confiança e transparência com a assessoria contábil para advogados do Rio de Janeiro. Isso é fundamental, bem como é de suma importância que você tenha acesso livre e direto ao seu contador. Ele deve atuar como um verdadeiro conselheiro e consultor, e por isso deve ser procurado sempre que necessário. Se ele não está disponível, não serve para você, não tenha dúvidas disso.

Jamais procure uma assessoria contábil porque o contador é amigo de um vizinho seu ou até mesmo uma indicação aleatória.  Conheça o perfil e a tecnologia do escritório contábil e saiba como funciona a comunicação com os clientes. Acredite, isso será fundamental.

Uma boa dica é optar por escritórios que utilizam todas as facilidades e comodidades do meio digital, por meio de plataformas digitais, mas que não resumem o atendimento por meio de ferramentas como o WhatsApp. Um sistema híbrido é a melhor opção, ou seja, um escritório contábil para advogados no Rio de janeiro que ofereça as facilidades dos serviços eletrônicos mas que invista no relacionamento humano e pessoal

Conclusão

Não há dúvidas de que você sairá ganhando ao abrir uma empresa de advocacia ao invés de apostar no trabalho autônomo. E a contabilidade e finanças para advogados traz resultados efetivos, que resultam em um lucro líquido maior.

A Prèzzo Contabilidade atua neste nicho profissional há muitos anos, prestando um serviço diferenciado de contabilidade e finanças para advogados. Somos compromissados com nossos clientes, porque o seu sucesso é o nosso sucesso também. Atuamos por meio de uma contabilidade empreendedora, ou seja, totalmente voltada para a gestão do seu negócio, e estamos prontos para lhe ajudar. Venha conversar conosco!

Postagens relacionadas

1