Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo.

Preferência de Cookies

Contabilidade

Valuation – Avaliação de empresas: entenda o que é e como saber valor da sua empresa

Escrito por Paulo Oliveira
junho 2021 | Leitura: 1 minuto(s).

Valuation - Avaliação de empresas: entenda o que é e como saber valor da sua empresa

O que é o valor de uma empresa? Será ele sempre proporcional ao lucro que ela pode gerar para seus acionistas? Quanto vale efetivamente o seu negócio? Se você fosse vendê-lo, quanto pediria pela empresa? Qual seria o valor sensato, que realmente mediria o potencial do seu negócio? Você saberia dizer quanto vale o seu empreendimento?

Essas e outras perguntas temos nos deparado a todo momento. Seja em função do aumento de investidores no mercado de ações ou pelo crescimento de novos empreendedores e expansão de novos negócios. Mas afinal, como é possível responder todas essas perguntas? Sim, é possível através do Valuation. E é sobre isso que vamos falar nesse artigo.

Valuation – ou avaliação de empresas, traduzindo para nosso bom português – é um conjunto de metodologias que busca por meio de cálculos, modelos matemáticos e acima de tudo premissas econômicas e de mercado, estimar o valor de determinado negócio. Saber quanto o seu negócio vale é uma informação muito importante e sensível, que será útil em diferentes situações, e você que é empreendedor e empresário poderá saber os benefícios de fazer uma avaliação empresarial.

Leia esse conteúdo até o final e entenda exatamente o que é avaliação de empresas (valuation) e para o que ela serve.  E saiba ainda como Mais Finanças Consultoria e Prézzo Contabilidade podem lhe apoiar com uma consultoria financeira empresarial experiente, especializada e focada nos seus resultados. Vamos adiante, e se você tiver dúvidas ao final da leitura, não hesite em nos procurar!

O que é valuation (avaliação de empresas)?

Valuation, que em uma tradução livre é conhecido no Brasil como avaliação de empresas, é um conjunto de técnicas e ferramentas e premissas utilizadas para avaliar quanto uma empresa efetivamente vale. Trata-se de uma avaliação empresarial, sob o ponto de vista econômico-financeira, que deve ser conduzida por uma consultoria financeira empresarial especializada, seguindo uma série de regras e metodologias pré-definidas.

Essa avaliação empresarial busca estimar o valor justo e factível de um negócio. Essa ferramenta deve ser utilizada em momentos sensíveis, quando a definição do valor da empresa é imprescindível para uma tomada de decisão, como a venda do negócio, a entrada de um novo sócio ou até mesmo a fusão com uma outra empresa, por exemplo. A avaliação de empresas também é muito utilizada para medir se o preço de determinada ação listada em bolsa de valores está atrativa realizar determinado investimento. É por meio da avalição do valor do negócio que saberemos se o preço ofertado está adequando no momento do investimento.

Por que a valuation é importante?

De forma bem direta o valuation serve para determinar o valor de uma empresa, e essa definição, por si só, explica sua importância. Mas é preciso ressaltar que a avaliação de empresas é muito mais do que isso, porque acaba se transformando em uma ferramenta fundamental para uma avaliação empresarial mais profissional, o que é importante para a própria gestão do negócio.

Quando você descobre o real valor da sua empresa, você passa a conhecê-la ainda mais. É como se a valuation fosse um verdadeiro raio-X do negócio, apresentando informações extremamente relevantes e profundas. Ao promover essa avaliação empresarial, é possível entender melhor os pontos fortes e fracos do negócio que, claro, terão influencia direta no seu valor de mercado.

Até mesmo para medir o quanto a empresa cresceu a avaliação de empresas é importante e extremamente objetiva e assertiva. Além disso, a partir daí é possível se programar para investimentos e novos saltos rumo ao crescimento e, claro, a maiores lucros.

Em resumo, essa avaliação empresarial é muito mais do que uma fria análise financeira da empresa. Aliás, de fria não tem nada!

Mas para o que serve a avaliação de empresas?

Se você pensar na hipótese da venda do negócio ou da entrada de um novo sócio, o valuation é fundamental para apontar parâmetros confiáveis e de mercado para esse novo investidor. Mas esse procedimento financeiro permite apontar os diferenciais competitivos do negócio, seu histórico financeiro e operacional, suas premissas relevantes e a evolução dos resultados alcançados e principalmente perspectivas futuras de geração de fluxo de caixa.

Ou seja, podemos dizer que a avaliação de empresas é importante não somente para uso “externo”, mas “interno” também, ou seja para todos os stakeholders. O que queremos deixar claro é que não se deve utilizá-la apenas quando há em vigor um processo de fusão, cisão ou aquisição. Como ilustramos anteriormente, trata-se de um verdadeiro raio-X, que revela informações que podem ser cruciais para o crescimento do negócio.

Em resumo, a avaliação de empresas serve para:

• Venda da empresa;

• Aquisições e fusões;

• Separação de sócios;

• Divisão de bens de herança;

• Abertura de capital;

• Como ferramenta de gestão mais profissional e focada no resultado.

Os 6 motivos para adotar a avaliação de empresas

• Por meio de uma avaliação de empresas, o empresário poderá analisar o crescimento do seu negócio e, assim, continuar investindo ou adotar novas estratégias de crescimento. Nem sempre o volume de vendas, ou mesmo o lucro aferido, indica a solidez de um negócio. Um alto volume pode ser sazonal e descontinuado, por exemplo.

• A valuation indica os pontos que valorizam a empresa, reforçando-os.

•Da mesma forma, ajuda a identificar os pontos negativos que desvalorizam o negócio.

• Diante de uma negociação do empreendimento, para venda ou entrada de um novo parceiro ou sócio, a avaliação de empresas é fundamental para indicar o valor do mercado. Dessa forma, a negociação será muito mais assertiva, sem gerar exageros para uma ou outra parte. Toda a negociação se torna fundamentada com a valuation.

• A partir desta avaliação empresarial é possível promover um programa de desenvolvimento do negócio.

• Poderá ser definido, com precisão, o volume de investimentos na empresa.

Os 4 principais métodos para avaliação de empresas

Mas como efetivamente será calculado o valor do seu negócio? Existem metodolgias específicas para isso, e vamos lhe apresentar, agora, quatro diferentes métodos de valuation, sendo estes os principais utilizados pelo mercado.

Método Discounted Cash Flow – Fluxo de Caixa Descontinuado (FCD)

Este é, sem dúvidas, o método mais utilizado em todo o mundo. Por meio dele, os fluxos de caixas da empresa são projetados, aplicando-se uma taxa de desconto, que nada mais é do que o risco associado ao investimento. O Método FCD projeta o que a empresa poderá faturar no futuro próximo, justificando seu valor de venda no momento presente. Vale pontuar que esse método usa para base de cálculos projeções de no mínimo cinco anos e podendo chegar até mesmo dez anos.

Esse método é o mais utilizado porque é considerado o mais completo e, principalmente, o mais confiável. Além de apresentar o valor do negócio, ele traz diretrizes para o aumento desse valor, já que funciona como um verdadeiro raio-X.

Método Múltiplos Mercados

Neste método serão utilizados indicadores de empresas que atuam no mesmo ramo, para que se tenha um parâmetro para alcançar um valor certo do negócio. Entre os principais indicadores utilizados estão o faturamento e o Lajida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

O problema desse método é não levar em conta ativos inatingíveis, como a marca, e sua maior dificuldade é encontrar parâmetros semelhantes ao seu negócio. Muitas vezes, os especialistas utilizam de forma conjugada ambos os métodos, o FCD e Múltiplos Mercados.

Método Contábil

Este método, como deixa claro o seu nome, leva em conta exclusivamente a contabilidade da empresa, ou seja, seus ativos tangíveis (o patrimônio líquido). Todas as informações utilizadas estão registradas no balanço patrimonial da empresa, ainda que haja descontos sobre depreciações e amortizações do período para se chegar a um valor de mercado mais adequado. Ativos inatingíveis, como a marca, patentes e franquias, não são utilizados nesse método.

Método de Liquidação

Em geral, esse método é escolhido quando a empresa a ser avaliada está fechando suas portas. O método considera o montante que a empresa alcançaria, em um curto prazo, em ativos tangíveis.

A fórmula utilizada é bem simples: os ativos são somados e subtraídos pelos passivos. Ou seja, a conta é (bens + direitos) – (deveres + obrigações).

Como calcular a avaliação de empresa?

O método mais utilizado é o de Fluxo de Caixa Descontado, sobre o qual já falamos anteriormente. Mas é importante observar que existem formas variadas de cálculo, e sobre isso você poderá conversar melhor com a consultoria financeira empresarial contratada.

Entretanto, é importante destaca que antes de realizar qualquer metodologia de projeção para avaliação de um negócio, é imprescindível a realização de um processo de “due diligence”, que trata-se de um processo exigente de auditoria, feito para investigar e diagnosticara gestão financeiracontábil e fiscaltrabalhistaprevidenciáriaambiental, jurídicaimobiliária, de propriedade intelectual e até mesmo tecnológica da empresa. Esse processo é fundamento para que o avaliador possa ter segurança para sequência do processo de avaliação empresarial

No segundo passo o especialista irá estudar o negócio, semento e buscar as melhores premissas para projetar o valor aproximado do fluxo de caixa para os próximos cinco a dez anos, somando o que deverá ser recebido e subtraindo o que deverá ser gasto. Em seguida, ele definirá a taxa de desconto, e essa é uma tarefa muito sensível porque desvaloriza o fluxo financeiro (já que é uma taxa incerta).

De posse dos números apurados, deve-se trazê-los para o presente para se encontrar o valor atual da empresa. Mas não se preocupe com esses cálculos. Isso é tarefa da consultoria financeira empresarial contratada, e o consultor poderá lhe explicar o processo utilizado.

O que é muito importante deixar claro é que há, sim, uma boa dose de subjetividade na definição das premissas. Ao apresentar o resultado final, ou seja, o valor real da sua empresa, é importante ter argumentos e respostas que sustentem o valor encontrado. E isso temos certeza de que você saberá fazer muito bem!

A avaliação de pequenas empresas

E a avaliação de pequenas e médias empresas? Como fica? Será que a valuation pode ser utilizada como avaliação de pequenas empresas? Uma pequena e jovem empresa pode contar com essa avaliação empresarial?

Mas é claro que sim! É um processo um pouco mais delicado, é bem verdade, mas nada impede que seja feita uma avaliação de pequenas empresas, mesmo para organizações jovens. A questão que precisa ser vista com mais cuidado é que uma jovem pequena empresa não tem muito histórico para se basear. Nesse caso, o valuation requer mais interpretação e a experiência da consultoria financeira empresarial contratada fará toda a diferença.

Dicas que fazem a diferença

Certamente você já percebeu a importância da avaliação de empresas e o tamanho do estrago que uma avaliação empresarial mal feita pode provocar, certo? Algumas dicas são fundamentais para que você alcance o melhor resultado possível, beneficiando-se dele.

• Em primeiríssimo lugar, escolha com todo o cuidado quem fará a valuation de seu negócio. Você deve contratar uma consultoria financeira empresarial especializada, experiente e que esteja familiarizada com o seu ramo de atuação, o que sempre faz a diferença. Trata-se de um trabalho de extrema importância e responsabilidade, daí a necessidade de cautela e atenção.

• Será feita uma profunda análise do seu negócio. Cada número e cada informação são fundamentais para se alcançar o resultado final, portanto é preciso atender a consultoria financeira empresarial em todas as suas demandas. Acompanhe o trabalho de perto e saiba questionar os resultados apresentados.

• Ajude na avaliação entendendo como está o mercado no qual sua empresa atua, o que a concorrência anda fazendo, quais são as perspectivas e cenários e o quanto sua empresa está preparada para os desafios a serem enfrentados.

• Por falar em cenários, é preciso pensar nas possíveis perspectivas, boas e ruins. Nunca se baseie em apenas um cenário, por mais que ele lhe pareça óbvio.

• Jamais omita qualquer informação ou dado para a consultoria financeira empresarial contratada.

• Todo o trabalho deve ser feito de forma transparente;

• Dois conceitos que devem permear todo o processo: confidencialidade e imparcialidade.

Conclusão

Você já sabe o que é e para que serve o cálculo do valor da sua empresa. Sabe que a avaliação de empresas deve ser feita de forma extremamente criteriosa e com um consultoria financeira empresarial especializada e experiente. Descobriu, também, que essa avaliação empresarial não deve ser feita apenas na hora da venda da empresa ou da entrada de um novo sócio, mas também como uma excelente ferramenta de gestão.

Se você tem alguma dúvida, nos procure. Estamos prontos para lhe apoiar e oferecer uma consultoria financeira empresarial especializada e fazer o valuation do seu negócio. Fale conosco e nos diga quais são suas necessidades empresariais.

Postagens relacionadas