Desafio nas instituições de ensino: Como lidar com a inadimplência dos alunos

sucesso para sua instituição de ensino
Contabilidade: A chave de sucesso para sua instituição de ensino
21 de setembro de 2017
custos fixos de uma instituição de ensino
Saiba como melhorar os custos fixos de uma instituição de ensino
12 de outubro de 2017
Desafio nas instituições de ensino

Desafio nas instituições de ensino

A inadimplência escolar de ensino, plano de educação financeira, acontece em todas as instituições de ensino e pelas mais variadas razões. Atualmente, podemos considerar o problema como uma das consequências da grave crise econômica que o Brasil enfrenta, fazendo com que o orçamento familiar se torne cada vez mais apertado, levando muitos pais a protelar o pagamento das mensalidades escolares.

A instituição de ensino, em qualquer momento financeiro, deve se preparar para trabalhar com o grande desafio que representa a inadimplência escolar, aplicando estratégias que possam reduzir o impacto financeiro provocado pela falta de pagamento por parte dos alunos.

Existem algumas estratégias que, se não podem combater totalmente a inadimplência, podem, no entanto, minimizar o problema, reduzindo o déficit provocado nas instituições de ensino:

        1-Implantação de um sistema de gestão na instituição de ensino

Com um sistema de gestão escolar informatizado, as instituições de ensino podem controlar de maneira mais prática o pagamento das mensalidades, podendo, ao mesmo tempo, planejar melhor sua gestão financeira.

Acompanhando com mais precisão as finanças da escola, é possível tomar as medidas necessárias para combater a inadimplência dos alunos. Automatizar o envio de boletos para os e-mails é uma forma de facilitar a cobrança, evitando desgaste de um contato pessoal.

       2-Analisar a inadimplência caso a caso

A educação, de forma geral, é uma prioridade para as famílias dos alunos e a inadimplência só acontece quando ocorre algum problema financeiro. Para evitar maiores problemas, as instituições de ensino devem avaliar com cuidado cada situação antes de tomar as medidas necessárias.

Para uma família com um filho, é muito mais fácil pagar a mensalidade escolar, se compararmos com famílias que possuem dois ou mais filhos matriculados e, quando a escola precisar manter contato pessoal para resolver a situação, deverá conhecer melhor as condições para encontrar uma solução.

       3-Criar um plano de educação financeira para os pais

Uma alternativa para as instituições de ensino é implantar um curso de educação financeira para os pais de alunos, dando orientações sobre economia doméstica, seja através de palestras ou de uma cartilha.

Quando uma família matricula o filho em uma escola particular, este é um claro sinal de que existe preocupação com a educação e a qualidade de ensino e, certamente, vão procurar manter o padrão. Dessa maneira, aumentam as chances de conseguir agregar as famílias para um plano de educação financeira que, com o tempo, irá reduzir a inadimplência.

        4-Parcerias para reduzir a inadimplência

Em determinados casos, as instituições de ensino podem fazer parceria com pais de alunos inadimplentes, trocando o débito por alguma atividade necessária para a escola, evitando a contratação de serviços de terceiros.

Assim, por exemplo, se um pai de aluno inadimplente pode executar serviços essenciais para a escola, pode-se fazer um contrato, estabelecendo valores e reduzindo a inadimplência. Para tomar essa atitude, no entanto, é preciso ter, ao lado, um consultor jurídico, evitando possíveis problemas legais.

       5-Concedendo prêmios para evitar a inadimplência

A premiação pelo pagamento em dia das mensalidades escolares é uma alternativa para combater a inadimplência nas instituições de ensino. Conceder descontos para pagamentos adiantados ou promover um sorteio no final do ano para quem pagou todas as mensalidades em dia são formas de garantir o recebimento das mensalidades.

Também é possível criar um plano de pontuação para que o aluno tenha retorno no final do ano, como a liberação do pagamento da última mensalidade ou inscrição gratuita no ano letivo seguinte.

       6-Cuidados que as instituições de ensino devem tomar

As instituições de ensino podem criar outras alternativas para evitar a inadimplência, mas precisam ter o cuidado com determinadas condições.

Colocar o nome do inadimplente em órgãos de proteção ao crédito, por exemplo, deve ter o parecer do setor jurídico da escola ou de uma entidade de classe, evitando problemas legais, uma vez que existe grande polêmica sobre essa situação.

Além disso, é preciso atenção com alunos em inadimplência, uma vez que as instituições de ensino não podem impedir o acesso do aluno às aulas. De acordo com a Lei n° 9.870, de 1999, que estabelece regras para escolas particulares, nenhuma instituição de ensino pode suspender as provas escolares, não pode reter documentos referentes ao aluno e à suas notas e provas ou aplicar qualquer tipo de penalidade pedagógica em razão de falta de pagamento das mensalidades.

A única atitude que a escola pode tomar é não renovar a matrícula para o ano letivo seguinte.

Se você tem problemas de inadimplência na sua instituição de ensino, consulte seu contador e verifique as possibilidades de reduzir e minimizar o problema. Tomar atitudes de acordo com a lei é a melhor coisa que a escola pode fazer.

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Prèzzo. Nós poderemos te ajudar e será um prazer falar com você.

Seja diferente, inove, evolua, inscreva-se em nossa newsletter !

Que tal aproveitar para entender a importância do ranking do MEC para as instituições de ensino?

Sucesso e até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1