Controle Financeiro para advogados – o seu escritório em pleno equilíbrio

Abrir um escritório de advocacia – Como escolher o sócio ideal?
27 de abril de 2018
Planejamento Tributário para Advogados
Planejamento Tributário para advogados – como funciona?
11 de maio de 2018

Controle Financeiro para advogados – o seu escritório em pleno equilíbrio

Controle Financeiro para advogados

Para o advogado, ter um negócio significa realizar um objetivo profissional e pessoal. É uma enorme realização, e também representa um grande desafio! Principalmente no que diz respeito à parte financeira. Quando você não sabe como realizar o controle financeiro do seu escritório advocatício de forma eficaz, corre o risco de acabar sem um negócio.

O controle financeiro para advogados é fundamental para diversas situações, e não só para as de risco. Entenda: quando as finanças estão em ordem, fica muito mais fácil se preparar para quaisquer cenários que possam vir a acometer a empresa, tanto positivos quanto negativos.

Um dos maiores desafios de ser ter o próprio negócio é ser responsável pelo controle financeiro. Ou seja, se você não souber como fazer o controle financeiro do seu próprio escritório você não será capaz de levar seu negócio adiante, mas é para te ajudar que vamos ensinar a como fazer o controle financeiro para advogados.

Ser o dono do próprio negócio, ou no caso dos advogados, do próprio escritório requer muito do profissional. Além de advogar, ele será o responsável por fazer o seu controle financeiro, a gestão do escritório e muitos outros detalhes essenciais para manter o seu negócio de pé.

Isso pelo menos até ele ser capaz de contratar pessoas para fazer esse trabalho. Mas, como qualquer outro empreendedor, tudo ficará por sua conta até que o negócio se torne lucrativo. E é para te ajudar nesse processo que revelaremos as melhores dicas de controle financeiro para advogados.

Como funciona o Controle financeiro para advogados?

Primeiro: você precisa pensar a longo prazo. Não basta fazer um planejamento financeiro pensando no agora. É necessário levar em consideração de que, independentemente de como a situação financeira do seu escritório se encontra neste momento, o futuro é incerto, e novos cenários podem aparecer.

Um dos muitos erros cometidos por novos empreendedores é misturar o seu orçamento pessoal com o seu orçamento profissional. Uma das primeiras coisas que você deve aprender para conseguir ter um real controle financeiro para advogados, criado para equilibrar suas finanças de forma realmente efetiva. Por isso, é preciso saber separar os dois orçamentos, Eles são diferentes um do outro.

O segundo passo é fazer um planejamento pensando no futuro, ou seja, determinar um plano estratégico onde você terá controle das entradas e das saídas. É em cima desse controle que você poderá definir as ações e medidas a serem adotadas.

Precificar corretamente o seu trabalho

Outros dos desafios que marcam o controle financeiro para advogados é precificar corretamente o seu trabalho, o que não é tarefa fácil, mas é preciso fazer isso com sabedoria. Caso você não saiba por onde começar, use como base seus custos diretos e indiretos, assim como a complexidade do caso, defina uma margem de lucratividade e o tempo que dedicará à tarefa.

Você também pode realizar uma pesquisa de mercado para saber qual o preço médio cobrado por seus colegas.

Evitar inadimplência

Outro segredo para poder ter controle financeiro para advogados: ACABE COM A INADIMPLÊNCIA! Uma das formas de você fazer isso é ter o máximo de dados sobre os seus clientes, entender seu perfil e, assim, conquistá-los.

Em casos assim, você pode redigir um contrato de honorários, descrevendo o serviço que será prestado por você. É importante também especificar a forma de pagamento, nesse caso, evite muitos parcelamentos.

Controle sobre o faturamento e sobre os custos

Outro passo essencial para acertar no controle financeiro para advogados é não ter controle sob seu faturamentos e custos, e é justamente esse controle que será a diferença entre seu sucesso ou sua falha financeira.

Para isso, você pode ter uma planilha para registrar seus custos e o seu faturamento, assim você terá a possibilidade de analisar a sua rentabilidade de forma detalhada. No começo, pode parecer uma missão impossível, mas isso faz parte de ter o próprio negócio. Se você souber fazer esse controle, logo poderá contratar alguém para cuidar disso para você, e você poderá focar apenas em advogar!

Seja diferente, inove, evolua, inscreva-se em nossa newsletter !

Em caso de dúvidas, fale com a Prèzzo. Eu terei todo o prazer em ajudá-lo a transformar seu escritório contábil em um negócio muito mais equilibrado.

Sucesso e até breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1